Tontura: saiba quais são as principais causas

fevereiro 5, 2019 by Instituto Otovida0
Tontura-saiba-quais-são-principais-causas-otovida-1200x675.png

A tontura contínua pode estar relacionada a problemas no ouvido, podendo também ter como causas disfunções neurológicas e algumas doenças sistêmicas. Se você está com sensação de vertigem, falta de equilíbrio ou tontura, tanto ao se movimentar, ao se levantar ou até mesmo deitado, precisa saber quais são as principais causas e quando procurar ajuda profissional.

Para você saber quais são as principais causas e quando procurar ajuda profissional, continue lendo o post.

Labirintite

Uma inflamação em uma parte do ouvido, conhecido como labirinto – responsável pela audição e pelo equilíbrio -, pode causar dificuldade para manter o equilíbrio e para focar a visão, sensação de que tudo a sua volta está em movimento ou girando, dificuldade para ouvir com clareza e zumbido no ouvido.

Normalmente acontece por alterações no ouvido, como otites. E, mesmo ao estar deitado, a labirintite aparece, com movimentos da cabeça ao se mexer na cama e ao olhar para algum local.

Os sintomas geralmente surgem de forma repentina e são muito intensos, desaparecendo de forma gradual com o decorrer do tempo. Entretanto podem voltar a surgir algumas semanas depois ou ainda quando se movimenta a cabeça rapidamente, por isso é importante acompanhar os sintomas.

Pode acontecer em qualquer idade e o tratamento inclui o uso de medicamentos prescritos para náuseas e vômitos.

Desequilíbrio

Causa a sensação de estar cambaleando, com instabilidade ou falta de equilíbrio. Pode gerar uma tontura constante, acontecendo em maior parte nos idosos ou em situações de alteração na visão, doenças neurológicas, trauma na cabeça, consumo de álcool ou drogas e uso de remédios que podem alterar o equilíbrio, assim como descompensação de doenças pré-existentes.

É necessário resolver a causa do desequilíbrio, podendo ser necessário, além de um otorrinolaringologista, a avaliação com um especialista, tendo um tratamento adequado com o oftalmologista ou com o neurologista para doenças neurológicas.

Depressão e crises de ansiedade

Alterações psicológicas também geram tontura, a mais conhecida é a síndrome do pânico, que causa respiração mais curta e às vezes mais aceleradas. Assim, provocam tontura que, normalmente, é acompanhada de falta de ar, tremores e formigamento nas extremidades do corpo, como mãos e pés.

Esse tipo de tontura surge em períodos de maior estresse e pode acontecer repetidamente. É necessário, então, realizar atividades de respiração e relaxamento, além de procurar ajuda psicológica.

Pressão baixa

Mesmo o sintoma da tontura e a sensação de desmaios serem mais comuns em casos de pressão baixa, aparecem também em casos de pressão alta.

Quando a pressão fica baixa – o sangue não é bombeado adequadamente para o cérebro -, outros sintomas como fraqueza, dor de cabeça e sono podem surgir, além de pontos brilhantes na visão. Mas nem sempre é fácil distinguir pressão alta de baixa porque os sintomas são semelhantes. Por isso, a melhor forma de confirmar é medindo a pressão com um aparelho adequado.

A tontura pode aparecer ao você acordar, levantar, ao realizar um exercício ou até repentinamente ao estar parado. Queda brusca da pressão, problemas cardíacos, uso de alguns medicamentos que causam queda da pressão ou gravidez são algumas das causas.

É preciso procurar um clínico geral para descobrir e entender o motivo da queda da pressão, para assim poder procurar um profissional específico para o seu problema.

Quando procurar ajuda profissional

Quando você se sentir tonto, mantenha os olhos bem abertos e olhe, parado, para um ponto fixo à sua frente. Normalmente a sensação de tontura passará bem rápido. É também importante ter hábitos que ajudam a prevenir, tais como consumir líquidos, como água, chá não estimulante – sem cafeína – e sucos, até que os sintomas melhorem e para manter-se hidratado.

No entanto, se a tontura é muito frequente e prejudica sua rotina, causando desconforto ou até mesmo sendo seguida de desmaio, é indicado procurar um otorrinolaringologista para identificar se existe algum problema e iniciar um tratamento adequado o mais rápido possível.

Caso precisar agendar uma consulta e ainda não saber onde, entre em contato com a gente! Vamos adorar ajudar você a encontrar um tratamento.

Instituto Otovida


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Instituto Otovida

Uma equipe completa de fonoaudiólogos, psicólogos otorrinolaringologistas e assistentes sociais para oferecer o melhor a você.

Espaço, conforto e conveniência para você. São mais de 1300m² de área.

Desenvolvimento e reabilitação para os melhores resultados.

Responsável Técnica: Fabiana Scarton – CRM-SC 13311

Acompanhe a gente pelo Facebook

Cadastre-se e Receba dicas incríveis sobre saúde


Contatos e Localização

Avenida Gov. Ivo Silveira, 3861 – Capoeiras – Florianópolis/SC

Ao lado do antigo Hotel Itaguaçu

Contato: (48) 3223-6060

WhatsApp: (48) 99172-0606   (48) 99178-2207

Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido por