Cera no ouvido causa zumbido?

Cera-no-ouvido-causa-zumbido-otovida.png

A cera de ouvido, também conhecida como cerúmen, é uma substância oleosa e densa produzida pelas glândulas presentes na parte externa do canal auditivo. Embora a sua formação seja totalmente natural, muita gente se pergunta: Cera no ouvido causa zumbido?

Antes de responder a essa pergunta, é preciso esclarecer alguns pontos. Primeiramente, é interessante que você entenda a definição de zumbido no ouvido: ele nada mais é do que um barulho incômodo que um paciente escuta sem a existência de uma fonte sonora externa. Em outras palavras, é um som que uma pessoa escuta mesmo quando no ambiente externo não exista nenhuma fonte emitindo aquele barulho.

Quando o zumbido aparece de maneira frequente, ele pode ser um sintoma indicativo de que algum outro problema de saúde está acontecendo e precisa de tratamento. O zumbido também afeta o desempenho nas tarefas diárias, o bem estar e o bom humor. Muitas podem ser as suas causas, e sobre uma delas que falaremos nesta postagem.

Qual é o papel da cera de ouvido e por que ela se forma?

É importante ressaltar que a cera de ouvido tem um papel bastante importante: ela protege a mucosa do canal auditivo de infecções por vírus, bactérias ou fungos, além de evitar que a poeira ou outras pequenas partículas possam avançar para dentro do canal auditivo e atingir o tímpano.

A ausência do cerúmen pode afetar diretamente essa proteção das vias auditivas, e também pode causar secura e coceira. No entanto, se em excesso, ela também pode prejudicar a função auricular, especialmente se for mal manipulada, podendo entupir o canal auditivo ou encostar-se no tímpano, causando danos ao seu tecido.

Como o cerume se forma: A cera de ouvido é uma mistura de queratina (proteína da pele), Ácidos graxos de cadeia longa, Colesterol e Esqualeno. Essa série de elementos se unem formando aquele material espesso de cor amarelada ou marrom escuro que já conhecemos.

Normalmente, ela se forma de maneira natural, e lenta, dentro da orelha. Com o auxílio do movimento da mastigação, e da mandíbula, as células epiteliais empurram a cera de dentro do canal auditivo para a parte externa da orelha.

Quando a produção de cera for excessiva, o ouvido pode acumular o que chamamos de “tampão”, problema que pode atingir qualquer pessoa, em qualquer idade.

O que causa o excesso de cera de ouvido?

O acúmulo de cera é mais comum no idoso, mas pode ocorrer em qualquer idade. Algumas pessoas simplesmente produzem mais cerume do que o ouvido é capaz de eliminar, sendo que em muitos casos, não há um motivo muito claro para a ocorrência de uma produção aumentada de cera no ouvido. No entanto, algumas causas comuns podem ser listadas:

  • Limpeza incorreta: quando, ao usar objetos como um cotonete ou o canto de uma toalha enrolada, as pessoas empurram a cera mais profundamente no canal auditivo, ao invés de limpá-lo. Isso pode resultar em um acúmulo de cera.
  • Uso de tampões de ouvido ou aparelhos auditivos: sem a devida higienização, esses dispositivos também podem empurrar a cera para dentro da via auditiva, gerando acúmulo.
  • Dermatite seborreica e psoríase da orelha externa: A descamação da pele gera uma cera de consistência mais espessa
  • Excesso de pelos: os fios podem reter a cera no canal auditivo;
  • Água e outras substâncias na orelha: a cera tende a aumentar em volume quando está em contato com a água.
  • Alterações anatômicas: algumas pessoas possuem o conduto auditivo externo (canal onde é produzida a cera) muito estreito, o que também aumento a chance de incômodo pelo acúmulo da cera.

Quais são as consequências do excesso de cera no ouvido?

Geralmente, o acúmulo de cera excessivo no ouvido é assintomático. Porém, quando ele é tão grande a ponto de obstruir as vias auditivas, ele pode gerar dificuldades de audição e mesmo surdez em pelo menos um dos ouvidos. Além da dificuldade auditiva, o acúmulo de cerume também pode causar desconforto e zumbido, especialmente quando o acúmulo de cera está localizado muito próximo ao tímpano, o que ocorre frequentemente após manipulação com cotonete. Portanto, a resposta para a pergunta que abriu a este post é sim, cera no ouvido pode causar zumbido.

Como saber se a causa do zumbido que você ouve é a cera?

A melhor solução para entender se o zumbido é causado por excesso de cera de ouvido é procurar um otorrinolaringologista para que ele faça exames para um diagnóstico de modo adequado e seguro.

O profissional fará uma série de perguntas para você, e fará um exame do seu ouvido com um otoscópio, ferramenta própria para esse tipo de exame. Ao verificar que o zumbido é causado pela cera, o otorrino também fará a sua remoção do seu ouvido e passará instruções para prevenir e evitar o problema.

Ficou com alguma dúvida? Precisa marcar uma consulta com um otorrinolaringologista? Entre em contato com a gente! Ficaremos felizes em ajudá-lo!

Instituto Otovida


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Instituto Otovida

Uma equipe completa de fonoaudiólogos, psicólogos otorrinolaringologistas e assistentes sociais para oferecer o melhor a você.

Espaço, conforto e conveniência para você. São mais de 1300m² de área.

Desenvolvimento e reabilitação para os melhores resultados.

Responsável Técnica: Fabiana Scarton – CRM-SC 13311

Acompanhe a gente pelo Facebook

Cadastre-se e Receba dicas incríveis sobre saúde


Contatos e Localização

Avenida Gov. Ivo Silveira, 3861 – Capoeiras – Florianópolis/SC

Ao lado do antigo Hotel Itaguaçu

Contato: (48) 3223-6060

WhatsApp: (48) 99172-0606   (48) 99178-2207

Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido por