“Catarro” no ouvido tem relação com perda auditiva?

outubro 25, 2018 by Instituto Otovida0
Catarro_no_ouvido_tem_relação_com_perda_auditiva_blog_otovida-1200x787.png

Seu filho ultimamente está muito agitado e você fica preocupada não sabendo o que fazer? Atenção: o problema pode estar nos ouvidos!

Confira o conteúdo abaixo, com informações da nossa otorrinolaringologista Dra. Fabiana Bortoncello Scarton (CRM/SC 13.311 e RQE 6696), a respeito do assunto e entenda qual pode ser a causa da alteração de comportamento de seu filho.

O que pode estar acontecendo com meu filho?

Se seu filho está muito agitado, a otite média secretora (OMS) – mais popularmente conhecida como “catarro” no ouvido – pode ser a principal causa dessa situação. A OMS pode levar à perda auditiva de graus variados com prejuízos ao desenvolvimento da fala e linguagem, desempenho escolar e até mesmo alterações de comportamento que podem resultar em um diagnóstico incorreto de hiperatividade e déficit de atenção.

Além disso, a presença da otite média secretora durante os primeiros dois anos de vida pode levar a dificuldades de aprendizagem, inclusive podendo afetar o QI futuro do seu filho. É também a principal causa de perda auditiva em crianças nos países desenvolvidos, principalmente entre dois e cinco anos de idade.

Por que ocorre a otite média e quais são os sintomas?

Diferentemente de uma otite média aguda, ela não costuma causar dor de ouvido, inclusive podendo ser assintomática.

Na otite média secretora, há acúmulo de muco ou líquido atrás do tímpano em virtude do mau funcionamento da tuba auditiva – canal que comunica o ouvido com o nariz.

Adenóides, rinite alérgica, resfriados frequentes e malformações craniofaciais – especialmente a fenda palatina – são exemplos de situações que podem prejudicar a tuba auditiva da criança aumentando o risco de otite média aguda e secretora.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico da OMS no seu filho é feito através da otoscopia – exame dos ouvidos – pelo otorrinolaringologista e dos testes de audição – audiometria e imitanciometria – realizados pela fonoaudióloga.

E o tratamento?

O tratamento pode ser clínico ou cirúrgico. E deve ser individualizado buscando correção das situações que prejudicam o correto funcionamento da tuba auditiva.

É muito importante, sempre, consultar com um médico especialista em ouvidos para que seja indicado o tratamento apropriado, especialmente para evitar o uso desnecessário de antibióticos.

Fique atento e, caso precisar agendar uma consulta e ainda não saber onde, entre em contato com a gente! Vamos adorar ajudar você a encontrar um tratamento.

Instituto Otovida


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Instituto Otovida

Uma equipe completa de fonoaudiólogos, psicólogos otorrinolaringologistas e assistentes sociais para oferecer o melhor a você.

Espaço, conforto e conveniência para você. São mais de 1300m² de área.

Desenvolvimento e reabilitação para os melhores resultados.

Responsável Técnica: Fabiana Scarton – CRM-SC 13311

Acompanhe a gente pelo Facebook

Cadastre-se e Receba dicas incríveis sobre saúde


Contatos e Localização

Avenida Gov. Ivo Silveira, 3861 – Capoeiras – Florianópolis/SC

Ao lado do antigo Hotel Itaguaçu

Contato: (48) 3223-6060

WhatsApp: (48) 99172-0606   (48) 99178-2207

Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido por